NOTÍCIAS

Soropositivos do Interior do Ceará tem dificuldade para receber medicamento no Hospital São José na Capital

24/08/2018 ás 00:34:28

A RNP +CE enviou ofício à direção do Hospital São José na capital para resolução de dificuldade para pacientes soropositivos do interior receberem sua medicação. Leia na íntegra: 

“Ao Cumprimentar vimos através deste trazendo de volta a mesma questão já apresentada no oficio 032/2018, que apresentamos nossa preocupação em Relação às Mudanças no Hospital Dia, onde não mais atenderá Atestado e Medicação especialmente os Antirretrovirais. Após todas as Discussões, Respostas oficiais desta Direção. Que em parte do Texto consta: Gostaria antecipadamente de tranquilizá-los que nenhum paciente será prejudicado, pois existe um plano de atendimento muito bem detalhado na recepção do ambulatório que orientará de forma correta a aquisição dos Atestados, Laudos, Receitas de Medicamentos de uso Controlado, Receitas de antirretrovirais, etc.

Gostaríamos de informar e reiterar não apenas a preocupação anterior mais apresentar nossa INSATISFAÇAO Pelo nos apresentaram que seria um plano BEM detalhado, sem qualquer prejuízo as PVHA mais que infelizmente não FUNCIONOU.

A RNP+Ceara foi acionada nas últimas 72 horas por pacientes do Interior do Estado que voltou para seu município SEM Receber os Medicamentos ARV, o que foi constatado pela RNP sendo do conhecimento de vários setores deste hospital, Trata-se de Pacientes que ainda tem dificuldade de vir a fortaleza por questão de transporte na data de sua consulta que já acontece há cada 4/5 meses, e por não conseguir chegar na data de sua consulta , nenhum outro médico nem mesmo do hospital dia estão autorizados a Fornecer o seu formulário do Medicamento. Procuramos a farmácia e constatamos o não recebimento, E hoje mais uma vez tivemos no ambulatório do HSJ, e presenciamos a Própria Ouvidora tentando que o médico do hospital Dia fizesse a medicação de outros pacientes na mesma situação. 
É muito fácil, cômodo dizer que as pessoas faltam consultas, falam de abandono de tratamento, e que este abandono é um dos fatores responsáveis pelas mortes por aids no nosso estado como vimos em matéria na mídia local há dois dias, Porem é importante que a mídia também saiba e que a gestão e os serviços assumam verdadeiramente suas responsabilidades ou falta destas, o que também prejudica e muito e contribui com o adoecimento e Óbito de quem vive com HIV em ter negado sua medicação estocada na farmácia do hospital de referencia , se o Hospital dia não pode atender, o são José tem Emergência, pronto atendimento 24 horas, o que nada justifica deixar pessoas viajarem horas do interior do estado para buscar o que lhe mantem vivo, e voltar com o impedimento do que lhe é garantido por direito, e negado por decisões coladas como aviso nas portas do cumpra-se!

Precisamos que a gestão estadual veja a gravidade deste fato e que não permita que nenhuma PVHA deste estado fique sem a medicação Antirretroviral.

RNP+ Ceará

Deixe seu comentário

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios