Uncategorized

RNP+Ceará, Reage ao aumento da passagem de ônibus em Fortaleza

Pessoas com HIV Pedem Agenda com o Prefeito

26/01/2019 ás 18;19

A Rede nacional de pessoas que vivem com HIV no Ceará, vem se manifestar ao Aumento das passagens de ônibus  que ficou mais cara a partir de ontem sábado (26)  a tarifa custa agora 3,60. Para a RNP é mais um aumento que a prefeitura não inclui a gratuidade no transporte coletivo para as pessoas que vivem com HIV, Passe Livre.

Desde dezembro de 2014 há uma promessa do prefeito Roberto Claudio de mandar para a câmara de vereadores mensagem solicitando a aprovação do passe livre para soropositivos. Onde já há na casa projeto de Lei que pede essa gratuidade e que até o momento não foi aprovado.  O acordado entre o Prefeito e a  RNP há quatro anos seria estudar a melhor forma na aprovação passando para a SMS a viabilização do impacto nesta gratuidade, No inicio de 2015 a Assessoria jurídica da SMS, Área Técnica de DST/AIDS e a RNP tiveram reuniões com a secretaria de Conservação do Município que realizou  o estudo  que apresentou que este impacto caso fosse posto no aumento da passagem seria de 00,2 Centavos.

No decorrer dos últimos três anos a Prefeitura concedeu o Bilhete único para 1.000 pessoas com HIV no município de fortaleza com 30 passagens Mês, 250 desses ainda será atendido a partir da próxima semana em  primeiro de fevereiro. No entanto 13.646 pessoas vivem com HIV em Fortaleza de acordo com os últimos números divulgados em 2018.

 

A RNP+Ceara, protocolou vários ofícios no gabinete do prefeito em 2018 pedindo agenda com o prefeito Roberto Claudio para tratar do assunto. Agenda foi também cobrado no seminário alusivo o dia mundial em 3 de Dezembro, e mais uma vez o Prefeito não recebeu a RNP. Para discutir o que foi Anteriormente prometido pelo próprio prefeito.

 

Temos acompanhado diariamente o prefeito nas redes sociais anunciando obras, que são importantes, É preciso também que o prefeito Receba as Pessoas com HIV para tratar do Passe Livre e da politica de Aids do Município de Fortaleza, os SAE- Serviço de atendimento especializado vem passando por sérios problemas desde da falta de profissionais, estrutura, ponto de internet, prontuário eletrônico. Histórico de paciente tem se perdido ao longo do tempo por ainda não ter informatização nos serviços. E ainda no que justificam o aumento das passagens se refere a aumento de gastos com internet nos ônibus coletivos o que para nós Pessoas com HIV antes do wi fi nos ônibus, seria prioridade equipar os serviços de saúde e os Serviços que atende as pessoas com HIV de Fortaleza. O Não cumprimento da promessa do prefeito será pauta da Reunião da RNP*Ceará dia 14 de fevereiro as 09 da manhã, onde será dado os encaminhamentos dos passos a serem seguido na manifestação das PVHA- Pessoas que vivem com HIV/AIDS sobre o Assunto.

 

RNP+CEARA.- Rede Nacional de Pessoas vivendo com HIV/Aids.

 

 

 

 

 

 

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios